13/12
2012
Vermelho no make
Categoria(s) #Inspirações, batom, Boca, MakeUp
Ana Farias

Nessa época de Natal não tem como a gente não pensar em vermelho, embora essa tradição de papai noel e meia de lã e enfeite de pinheiro e nariz de Rudolph sempre tenha me soado uma coisa muito forçada – me lembro de, criança, encucar com como o bom velhinho não infartava de calor dentro daquela roupa (tá, “infartava” não fazia parte do meu vocabulário infantil, mas vocês me entendem).

Mas fazer o que se até Halloween tem quem comemore por aqui? Pelo menos com Natal de Polo Norte no verão do Rio de Janeiro eu já fui acostumada na marra. Se bem que meu velhinho carioca seria tipo um Werner Schünemann de calção de praia, caipirinha na mão, e o meu presente que não quero comentar na outr… bom vamos deixar pra lá.

Voltando ao vermelho, amo amo amo a cor, e os batons rubros são meus preferidos quase sempre. Só que vira e mexe passo a mão numa sombra avermelhada que tenho, e num blush escuríssimo, e fico pensando o que fazer pra usá-los antes que estraguem.

O mais difícil pra mim é o blush vermelho:

As duas fotos acima são do mesmo desfile do Michael Kors, mas com luz diferente pra provar meu ponto. O truque foi usar o batom nos lábios e nas maçãs do rosto, mas enquanto a primeira modelo parece estar tendo um ataque brabo de rosácea, a segunda está bem mais natural. Então regra número um: aplicar pouco e esfumar muito, apenas nas maçãs, e não em toda a bochecha. Outra coisa é a combinação do batom: um vermelho muito escuro e/ou com gloss por cima vai ficar chamativo junto com o blush. Melhor um avermelhado mais claro e opaco.

A DICA: nessa cor, blushes cremosos podem ser mais fáceis de aplicar do que os compactos. Pra garantir o efeito mais natural, aplique pó compacto ou base por cima (tipo nesse vídeo que fiz no Fashion Rio).

O que não sei se consigo usar sem parecer que levei um soco é sombra vermelha:

A primeira modelo está como problema, mas por causa do formato de aplicação: pálpebra inteira. É difícil usar desse jeito e ficar bem! Já a cor é a melhor e mais democrática possível, puxando pro bordô; a Gi Hassel me mandou um make com uma parecida marcando só o côncavo (AQUI), e certeza que tenho um pigmento assim da Contém 1g em algum lugar, mas tá perdido (juro que esse ano agora vou dar quase todos os meus makes, ficar só com o que uso mesmo).

A DICA: ao invés de aplicar marcando toda a pálpebra, usar num segundo traço de delineado (e bordô sempre vai ficar melhor que vermelhão sangue). Batom nude sempre! No mais, quem tem olho azul e pele não muito branca talvez se saia um pouco melhor no conjunto.

Finalmente, o querido batom! Com ele não dá pra errar… ou dá?

Procurando fotos de bad red lipstick day bati nessa, que é uma piada em cima da republicana Michele Bachmann. É zoação, mas vamos combinar que tem todos os elementos que não combinam com um make legal? Batom vermelho molhado mega mal aplicado (não dá pra dispensar o delineador antes, pra desenhar a boca perfeitamente), a tal combinação com blush vermelho fortíssimo que falei lá em cima, e pior: o verde água cintilante nos olhos. Pra mim, batom vermelho combina com sombra em tons terrosos ou delineado preto. Tem gente que fica bem combinando sombra colorida, mas há que ter muito bom gosto, e um rosto que combine!

A DICA: batons vermelhos ficam bem em todas as mulheres, a gente só precisa encontrar uma tonalidade que combine com nossa pele e gosto pessoal. Eu amo todos, os puros, os abertos, os rosados, os corais, os vinhos…

Vivo falando deles, mas tenho quatro novos aqui pra mostrar – um deles líquido e a quintessência da vermelhice!

O primeiro é o Gina, da Contém 1g. Vermelho ligeiramente rosado, opaco, aveludado, delicioso, amei. Facílimo de aplicar! O preço que dói pra quem não gosta de pagar um pouco mais caro em batom: R$43.

Depois vem um baratíssimo (R$14), a cor 350 da linha Intense Cor Intensa O Boticário. A textura é cremosa e bem leve, desliza fácil nos lábios e dá uma cor ligeiramente translúcida. Bom pra quem tem medinho. ;)

O terceiro batom é o número 65 da Vult, de farmácia mas deixa pouquíssimo a dever às marcas mais badaladas. Sequinho, opaco com luminosidade. Deixa bastante cor, e tem boa durabilidade. O custo? Até R$10.

Já o batom líquido…bom, se a gente for falar de cor vermelha…

Olhem que luxo intenso nessa vida!

Não é muito minha praia, acho que essa textura gloss carrega um pouco o meu rosto e acho chato ficar checando toda hora se tá tudo ok com o sorriso. Mas não tem como negar a beleza do Batom Líquido Cor Intensa 12 da Intense O Boticário. Custa R$16, é super cheiroso, não meleca a boca, e pra mim o legal é usar apenas pra iluminar batons vermelhos. Apesar de que a cor é pura riqueza de cinema, né. ;)

Mais batons vermelhos AQUI e AQUI.

Os batons foram enviados pelas empresas. Fotos Glamour UK.



8 comentários
11/12
2012
Bonde da beleza
Categoria(s) Cabelos, Corpo, Hidratação, Pele, Protetor Solar, Rosto
Ana Farias

Já fiz as pazes com o fato de que dificilmente vou conseguir experimentar tudo que compro/recebo/ganho antes da novidade ter se transformado em notícia velha, então resolvi tentar algo diferente pra não perder o bonde. rs

Esses abaixo são alguns dos que estou com mais vontade de usar no momento (foram todos enviados por assessorias):

A Dove reformulou a linha Cor Duradoura, e lançou junto o Tratamento Intensivo Mensal para Cabelos Tingidos (um kit de ampolas bifásicas que proporciona a nutrição necessária pra manter a cor vibrante entre colorações).

O shampoo não contém sal, e na nova composição tem quantidade reduzida de sulfato (o que danificaria menos a cor). As ampolas são divididas em quatro fases semanais, e cada uma deve ser usada apenas uma vez na semana correspondente. Elas possuem ingredientes condicionantes e óleos nutritivos que penetram na fibra e protegem o cabelo, reduzindo danos acumulados, melhorando a resistência a desgastes (como quebra e pontas duplas), e protegendo os fios do desbotamento por quatro semanas.

Shampoo: R$ 7 (200ml)/ R$11 (400ml)
Condicionador: R$ 8 (200ml)/ R$13 (400ml)
Tratamento Intensivo: R$ 30

A linha de tratamento Gradative Liss C.Kamura foi lançada esse ano na Beauty Fair. É um sistema redutor de volume e de cachos, com fórmula à base óleo de argan e sem formol, que permite uma alteração temporária e progressiva na estrutura do fio por realinhamento térmico. O efeito liso é temporário (em média dois meses), pode ser aplicado em todos os tipos de cabelos (inclusive quimicamente tratados e coloridos).

São três passos que podem ser feitos em casa: 1. Higienização dos fios (shampoo de limpeza profunda + secagem); 2. Redução condicionante (aplicação com auxílio de luva descartável + pausa + escova + prancha + enxágüe); 3. Hidratação e finalização (massagem + pausa + escova). AQUI tem um vídeo ensinando o processo.

O kit pode ser encontrado por R$ 40.

Mais uma da marca queridinha dos dermatos, o RoC Minesol Oil Control FPS70 é um gel creme que age protegendo a pele contra raios UVA e UVB, e também age na redução e controle da oleosidade – que é a reclamação mór das brasileiras.

Ele tem toque seco e potencial pra desbancar o meu Vichy Capital Soleil da prateleira! É absorvido imediatamente, e tem cheirinho suave, levemente praiano, coisa que não me incomoda (mas sei que incomoda algumas pessoas)

A embalagem custa em torno de R$60 (tá R$65 na Kutiz).

Também desenvolvido pra pele oleosa, o Solar Expertise Facial Toque Seco FPS 60 (tem fator 30 também), da L’Oréal Paris, foi formulado exclusivamente pro mercado brasileiro. Tem filtros Mexoryl SX+XL®, que associa filtros orgânicos e minerais pra alta proteção contra os raios UVA e UVB. Reduz o brilho da pele e controla a oleosidade, tem uma textura leve e cremosa, fácil de espalhar, de rápida absorção. Apesar de não ser oleoso, no momento da aplicação a gente sente um pouco de oleosidade – achei que não funcionaria, mas foi absorvido rápido e a pele ficou sequinha.

O Solar Expertise Oil Protection FPS 30 (tem 15 também), é um protetor corporal com textura óleo o primeiro com alta proteção solar – o que permite um bronzeamento mais saudável. A pele fica iluminada! É resistente à água, mas não tem textura pegajosa. Tem embalagem prática em spray, e o perfume é super agradável.

O preço de ambos é o mesmo: R$ 29 (FPS 30) e R$ 38 (FPS 60).

Finalmente, o kit de miniaturas da linha facial antissinais Active Genes, de O Boticário. A nova formulação traz o complexo Act-Pro, que promete estimular as células da pele a trabalharem como se fossem mais jovens.

Os kits vem com sabonete facial em mousse, tônico, creme pro dia (com FPS 25), outro pra noite (eles têm refis), e creme pra área dos olhos. Bom pra quem vai viajar!

O kit 30+ custa R$73, o 45+ custa R$77, e o 60+ custa R$79.



19 comentários
06/07
2012
Algumas dicas de compras
Categoria(s) Acessórios, Achados, Banho, Compras, Compras Online, Livros e Revistas
Ana Farias

Algumas dicas que eu achei bem interessantes, meninas:

A Elle esse ano tá fazendo uns especiais sobre alguns estilistas, e em quatro edições vem um brinde lindo: um lenço com estampa do estilista em questão. Sei que vai ser algo, né, monte de mulher por aí com o mesmo lenço! rs Mas a qualidade é boa, e eu não podia deixar de passar a dica pra vocês. A revista está custando inacreditáveis 14 reais (acho um absurdo, sério, tem revista importada que depois do imposto chega aqui mais barata – sem falar na quantidade de publicidade em cada edição), mas o mimo vale a compra.

Fui no Boticário ontem só pra comprar esse trio de sabonetes da linha Terapias Argiloterapia (falei de vários produtos AQUI). Gente, não dá pra explicar, pena que não dá pra mandar o cheiro pra vocês pelo monitor! O pacote vem plastificado, e mesmo assim a gente encosta o nariz e vem aquela fragrância super forte, uma delícia! Já usei e super indico: o trio custa 23 reais, esse sabonete vem com essas impressões que massageiam super gostoso, não tem quem não vá amar. Único detalhe: ele é esfoliante, então dá aquela sensação de “polir” delicadamente a pele. Não é nada que chegue a incomodar, mas quem for mais sensível pode de repente não gostar (coisa que cá entre nós duvido!).

Comprei esses cintos numa promo da Asos. Todos eles custaram menos de cinco dólares, o que pra qualidade é uma balela, sério. São daqueles que a gente compra em loja de marca aqui por 40, 50, 60 reais, ou mais! O único problema foi a demora: como já disse pra vocês, eu costumava receber os pacotes da Asos em 10 dias, agora tão demorando muito mais (esses chegaram em pouco menos de dois meses). Eu não me importo de esperar, mas pra quem tem pressa não é mais uma boa. Lembrando que muita gente vem sendo taxada nas compras do site, então é bom considerar que existe a possibilidade de se pagar quase o dobro do valor da compra no final. AQUI tem uma seleção de cintos fofos e super baratos. Só uma dica: os cinto são bem compridos, viu. O large dá perfeitamente pra quem veste 46, talvez até 48.

Pra terminar, uma compra que eu não ia fazer, mas não resisti. Essas anabelas de ponta arredondada estão super na moda, né? Outro dia quase comprei uma na Leader por 50 reais, mas pensei bem e achei que a qualidade dela não tava excepcional, ou seja, ia usar algumas vezes e ela ia acabar ficando feia. Daí que ontem fui buscar meu sneaker de salto na Arezzo (depois faço um post porque acho que vale), e vi que a loja tava em promoção. Achei esse modelo que eu tava atrás, de 180 ele tava saindo por 100. Qualidade muito superior à da outra marca que eu ia comprar, ficou lindo no pé, fiz uma enquete no twitter porque tava em dúvida entre o vermelho e o verde, esse saiu vencedor! rs (foto do verde AQUI)

Ele só tá com a forma grandinha, então comprei o meu número mesmo, 37 (costumo comprar 38 porque meu pé é largo, daí uso algum tipo de palmilha pra compensar a sobra). Comprei na Arezzo do Itaipu Multicenter, e lá ainda tem o famoso sneaker (tanto o preto quanto o colorido – que é o mais lindo de todos que já vi até agora).

Com isso, gente, só me resta repetir o conselho que a gente tá cansada de ouvir: esperem pra comprar nas liquidas. Os preços estão abusivos demais, e eles só fazem isso porque a gente vai lá e compra, né? Se não for modelo mega badalado que você queira muito, deixe pra depois, e se tiver de ser será! ;)

Só pra acabar: vi uma menina experimentando esse modelo AQUI e fiquei enlouquecida! Uma das sandálias mais lindas que já vi!



34 comentários
29/05
2012
Resenha da linha Terapias Nativa SPA O Boticário
Categoria(s) Banho, Cabelos, Corpo, Fragrâncias, Hidratação, Lançamento
Ana Farias

Como disse ontem, o Boticário vai lançar uma linha incrível na Nativa SPA, chamada Terapias.

São dois grupos de fragrâncias, a Argiloterapia (com cheirinho floral) e a Frutoterapia (com óleos de argan e monoï). Tenho uma leve preferência pelo perfume da Argiloterapia, mas pra ser sincera é difícil escolher qual dos dois é melhor. Vocês precisam passar numa loja depois do dia 18 de junho pra experimentar pelo menos os hidratantes (de tudo, foi o que mais amei).

Segue uma lista de impressões do que já testei e indico:

FRUTOTERAPIA

Sabonete Líquido: muito bom, adorei. A pele fica uma delícia – só o cheiro que não fica muito forte, infelizmente.

Hidratante de Banho: ele é bem grossinho, e um pouco de produto já cobre o corpo todo. Deixa a pele macia e com cheiro suave.

Máscara Facial: muito espessa, mas sem aquela sensação de argila. Como minha pele é oleosa não gosto muito desse tipo de máscara super hidratante (a indicação nesse caso é uso semanal – pra peles secas, duas vezes). Mas depois de retirar e aplicar loção tônica o rosto ficou com sensação normal, sem oleosidade.

Loção Hidratante: bem aquosa, espalha rápido, tem fragrância levemente frutada e boa absorção. Não coloquei na montagem, mas a textura é idêntica a do hidratante da Argiloterapia, só que o creme é branco.

ARGILOTERAPIA

Pré-Shampoo: retira a oleosidade e as impurezas do couro cabeludo, dá brilho, é suave, não resseca demais os fios, e o cheiro que deixa é algo.

Esfoliante: possui microesferas de semente de damasco e casca de coco, é delicado mas promove uma ótima esfoliação intensa. A pele fica muito macia, uma delícia.

Loção Hidratante: se for pra escolher um único produto pra indicar, é esse! Muito levinho, a pele absorve imediatamente deixando uma sensação aveludada, e o cheiro é tão bom!

Falta agora experimentar os sabonetes em barra (eles são massageadores, e cada embalagem vem com três – tem nas duas versões) e as máscaras faciais da Argiloterapia (uma delas tem função esfoliante).

No release tinha a foto de um óleo de tratamento pros cabelos na Frutoterapia, mas não tinha mais informações escritas sobre ele, ou preço. Também não o vi no dia da apresentação, então tô na dúvida se será lançado mesmo.

Pra informações sobre preços, vejam o outro post.



4 comentários
13/11
2011
O Boticário Fun Sweet Home
Categoria(s) Banho, Corpo, Fragrâncias, Hidratação, Lançamento
Ana Farias

Quem curte fragrâncias gourmand precisa ficar de olho na linha Fun do Boticário, porque cada coleção que eles lançam é melhor do que a outra (eu nem gostava deles no início, mas meu nariz foi começando a aceitar cheiro doce, e finalmente tô no ponto pra consumir os creminhos).

Agora pro natal foi lançada a Coleção Sweet Home, com sete itens. Como tinha umas trocas pra fazer, aproveitei pra já trazer alguma coisa pra casa (a colônia de blueberry da Nativa SPA ficou pra outro dia).

As belezinhas:

1. Fun Doces Memórias (loção hidratante , 190ml, R$30) | 2. Fun Banho Doce Banho (dois sabonetes de 120g, R$23) | 3. Fun Chuva na Janela (colônia, 200ml, R$40) | 4. Fun Doce Festa (creme hidratante, 250g, R$40) | 5. Estojo Fun Sweet Home (três produtos: sabonetes líquido e esfoliante, e loção hidratante, cada bisnaga com 200ml, R$40) | 6. Fun Sonho de Verão (loção hidratante, 105g, R$33) | 7. Fun Banho de Aconchego (sabonete cremoso, 150ml, R$30).

O conceito das embalagens é algo beyond fofo, só vendo. As caixas lembram townhouses, pro natal vai vender igual água em engarrafamento de feriadão, podem ter certeza.

Gostei demais de quase tudo. Pra falar a verdade só não me interessei pelos sabonetes Banho Doce Banho (que têm formato de suspiro e são lindos, têm cheirinho de leite com frutas, mas minha experiência com esses kits diz que é mais belezura que tudo), e não gostei muito do cheiro da loção Doces Memórias na minha pele.

O Doce Festa é daqueles hidratantes com duas texturas, uma mais cremosa, outra em gel. É muito bom, mas como o gel fica por baixo do creme deve ser difícil usar os dois juntos.

O Banho de Aconchego é um sabonete com aquela válvula que faz mousse, é super cheiroso e a embalagem linda – e já tá indisponível no site!

Pra presentear, e também pra quem só pode escolher uma coisa, super indico o estojo Sweet Home. Ele vem com 3 produtos grandes, e o hidratante é um dos melhores cheiros!

Acabei escolhendo dois produtos:

1 – O Sonho de Verão, que é uma loção que sai borbulhando (precisa agitar antes de apertar a válvula). É uma pena que na foto não dê pra ouvir o barulhinho efervescente quando a gente espalha na pele! rs E que não dê pra sentir o cheiro também, que é uma mistura de gourmand com notas frescas.

2 – A colônia Chuva na Janela, super fresquinha, e minha fragrância preferida da coleção inteira! Se eu já não tivesse tanta coisa (alow, Trendy Box!), compraria mais uns dois frascos pra estocar!

Pena que O Boticário descontinue essas coleções, viu.

Pena também que meu crédito só cobriu esses dois produtos, mas pelo menos mantive minha promessa de não comprar nada, só trocar umas makes que ganhei mesmo. ;)



23 comentários


Página 1 de 41234