01/06
2012
Nova linha Avon Color Trend
Categoria(s) Base, batom, blush, Boca, MakeUp, Olhos
Ana Farias

Na minha adolescência, a pouca maquiagem que eu tinha era da Avon – brilhinhos cor de rosa, rímel incolor, kajal…

Me dei conta de como o tempo passa rápido semana passada, quando recebi um kit mostrando a repaginação das embalagens da Color Trend.

A alma do design, vamos colocar assim, continua lá, tanto que mesmo eu que já não sou target da linha há poucos anos (cof cof) consigo reconhecer os produtos que usei durante tanto tempo. Mas eles estão lá de um jeito mais moderninho, acompanhando o estilo jovem atual.

Tipo um lúdico clean, que é girlie sem gritar amo Barbie, sabem como?

Adorei a nova roupagem dos brilhos (o gloss tem um aplicador higiênico, o balm tá gracinha como sempre), mas a do batom, apesar de estar mais bonita no exterior, ainda me pareceu um pouco delicada demais no material.

Quanto às cores, são bem bonitas e vibrantes, a cobertura é boa, e tem um acabamento um pouco translúcido que acho perfeito principalmente pra quem tá na adolescência, mas que super serve pra todas que não gostam de bocão muito carregado, estejam na idade que for. ;)

Os trios de sombra que recebi são lindos, a embalagem ficou uma graça. Amei esses tons super coloridos.

Minha única reclamação é que elas deixam a desejar na pigmentação. Nos dois trios tem duas cores que fixam razoavelmente, e uma que fica super clara (a verde e a violeta), mesmo com primer pra fixar. Uma pena, porque todas as cores são muito bonitas.

Acho válido pras mais novinhas (o público da linha, na realidade), porque dá pra fazer um olho coloridinho que não fica drag. Pras menos novinhas nem tanto, porque não dá pra fazer um delineado forte, por exemplo.

Dica: passar fixador, e aplicar as sombras com pincel umedecido.

Os khôls, ou lápis kajal, foi do que mais gostei! Eles são bem macios, uma beleza pra fazer um esfumadinho básico, ou pra usar como base pra um olho mais elaborado.

O azul marinho parece um fumê arroxeado na verdade.

Como são muito cremosos, sugiro sempre passar uma sombra por cima, pra fixar melhor. Esse é um cuidado que a gente deve ter sempre com produtos que não sejam à prova d’água.

E chegamos às minhas embalagens preferidas: as dos makes pro rosto!

O pó é meu eleito: muito fofo o potinho todo branco, e a espuma com esse material emborrachado pink numa das faces. Adorei!

A base em bastão é um três em um (base, corretivo e acabamento em pó). Já que minha pele é madura, prefiro usar apenas como corretivo. Pra quem tem a pele mais fresquinha, legal aplicar com esponja umedecida, pro rosto não ficar muito carregado.

Os preços são camaradas, acompanhando o objetivo da linha. Os produtos mais caros custam 19 reais (os trios de sombras e o pó compacto). Os brilhos e batons custam entre 7 e 12 reais, o khol R$11, a base R$16, e o blush R$17.

Tá fofo, né? Vocês curtiram também?



11 comentários
09/05
2012
Lançamentos Maybelline
Categoria(s) batom, blush, Colaboração, Lançamento, MakeUp, Rímel
Ana Farias

A Maybelline trouxe pro Brasil algumas novidades, e a @lolafioretti foi no evento de São Paulo pra relatar tudinho pro blog.

São três lançamentos no país: o rímel One by One Volum’ Express, os blushes cremosos Dream Touch, e o batom líquido Superstay 24 horas.

1 – OLHOS

O One by One é um rímel que eu já uso desde o ano passado (ganhei de presente da amiga viajadeira @frandifrancis). Não é mega potente no quesito volume, mas é perfeita pra dar definição sem acumular gruminhos.

A Lola anotou que foram necessários quatro anos de estudos pra se chegar nesse aplicador. Ele é feito de elastômero, material macio e flexível, e tem trezentas cerdas – o que dá em torno de três cerdas atuando em cada cílio.

A fórmula foi inspirada em produtos de tratamento capilar. Ela contém ácidos de frutas e vitamina C, que amaciam e cuidam dos cílios, deixando-os também mais separados.

A Lola acabou chegando à mesma conclusão que eu: é um rímel sutil, ótimo pra looks mais dia a dia, casuais, sem drama. É bem pra quem não está acostumada ou não gosta de maquiagem carregada, ou pra quando se quer um look que peça mais leveza no olhar.

O preço sugerido é R$29, em três versões: preta normal, preta à prova d´água, e marrom normal.

Trívia rapidinha: um The Colossal é vendido a cada 1,7 segundos em algum lugar do mundo!

2 – ROSTO

A marca identificou que algumas mulheres achavam o blush em mousse um pouco oleoso, então eles lançaram o cremoso Dream Touch Blush, que tem consistência muito parecida com a das sombras em gel.

A Lola achou que a cor é depositada de forma bem fácil, e ele espalha bem. Gostou da durabilidade também. Além de ser bom pra carregar na bolsa!

A fórmula dele contém por volta de 30% de creme hidratante, no qual são adicionados elastômeros e pigmentos. O resultado é uma textura suave que ilumina a pele, deixando uma cor bem natural.

São 4 tons que combinam com qualquer cor de pele: Mauve, Pink, Peach e Plum. O preço sugerido é R$33.

3 – BOCA

Por último, meu queridinho Supertay 24h, batom em duas fases: primeiro a gente aplica a base cremosa colorida (que deixa a boca um pouco grudenta), e depois de secar a gente passa o bastão com o top coat por cima (uma cera, ou balm, que vai dar uma sensação confortável de novo e fixar a cor).

A textura é sequinha, e ele não transfere. Pode comer, beber, conversar, que ele não esfarela, nem escorre, nem mancha.Só sai completamente com demaquilante.

Pra esse tipo de produto, a dica é (como lembrou a Lola) aplicar a cor com um pincel de lábios – principalmente os mais escuros. O aplicador não facilita na hora de fazer o contorno, é bom mesmo pra depositar a cor e reaplicar na rua.

São 12 cores, e o preço sugerido é R$33.



22 comentários
05/04
2012
Up the Amp Genérico
Categoria(s) batom, MakeUp
Ana Farias

Vi esse batom na vitrine da Água de Cheiro, e na hora lembrei do meu finado Up the Amp, um dos batons que mais amo da MAC.

O nome é Uva, da linha AC Makeup Festa.

É bem cremoso (engraçado que quando experimentei na loja pareceu mais sequinho), cobertura super boa, cheiro agradável e duração razoável. Só a embalagem que é beeeeem pobrinha, do tipo que se cair estraçalha em cinco mil pedaços (acho! rs).

Esse tipo de cor é bem difícil de fotografar, porque o fundo azulado costuma sobressair. Fiquei igual doida pela casa até achar uma posição na qual a foto saísse com cor mais próxima à realidade. Acho que consegui (de costas pra luz da janela):

Me pareceu bem próximo ao meu amadinho da MAC. E o melhor de tudo: custou 18 reais!

Como sou uma pessoa de manias, coisa que a gente vai desenvolvendo com a idade (rs), e agora minha mania é o lápis Café do Duda Molinos, experimentei os dois juntos. AMEI o resultado!

Boca delineada e preenchida com lápis labial marrom + batom Uva por cima. Ficou parecendo um batom da Natura que eu amava demais nos anos 90, mas tiraram de linha e nunca mais consegui outro igual.

Amaram?

Agora uma dica: tá rolando uma promoção legal. Na compra de qualquer produto da loja (menos make e sabonete em barra) a gente ganha o batom Hot 2 (pelo menos na loja do Plaza Shopping Niterói).

Ele é super cremoso, bem brilhante, fica com um acabamento bem espelhado. A cor é absolutamente linda!

O único problema é que morro de medo desse tipo de textura, porque pode carimbar o dente sem a gente perceber, mancha a pele fácil… A forma que costumo usar batom assim é jogando uma camada de pó fixador translúcido por cima, coisa que não é nada prática pra se carregar na bolsa (mas rola: é só colocar um pouco numa embalagem pequena e levar um pincel de batom compacto junto. Dá um trabalhinho extra, mas nada que gaste tempo demais).

Agora, aconteceu uma coisa na loja que merece registro na campanha por um mundo com vendedoras mais preparadas:

A menina que me atendeu foi super simpática, mas simplesmente NÃO me avisou da promoção (erro 1). Quando estava no caixa pra pagar, vi um panfleto, parei pra ler e perguntei se era qualquer batom, porque a ideia era comprar algo naquele valor e ganhar o Uva. Ela não deve ter entendido a pergunta, mas fez que sim com a cabeça (erro 2). Peguei um sabonete líquido que tinha gostado, e quando ela fechou a compra me deu um valor diferente. Aí que eu entendi que o batom da promoção era o Hot 2, não qualquer um.

Treinar funcionários deve doer, só isso explica. :/



14 comentários
30/03
2012
Batom marrom, você curte?
Categoria(s) batom, MakeUp
Ana Farias

Já tem pelo menos uns quatro anos que tenho percebido o batom marrom tentando fazer um comeback direto lá dos anos 90, onde muita gente acha que ele devia ter ficado.

Acho essa história de banir cores do convívio do olhar público uma bobeira. Dizer que batom marrom é datado é muito relativo – é uma cor que nunca deixou de ficar linda em quem tem pele morena e negra, por exemplo.

Mas nada impede que quem tem pele clara não possa investir no visual boca chocolate, né?

Acima, duas opções de batom da MAC: na ordem, o Seeds of Desire, da coleção Mattene, e o Full Chocolate. Na terceira foto, a boca mais mal delineada que já vi na vida, com corretivo da Kryolan (que eu acho que funciona em passarela, mas no dia a dia resseca demais a boca).

Não tenho nenhum batom marrom, mas tenho um lápis delineador que ficava jogado sem uso. Até que um belo dia resolvi começar a usar a cor na boca.

Como quem não tem cão caça com gato, é com ele mesmo que tenho ido. :)

O lápis é do Duda Molinos, e tem fundo alaranjado. Uso sozinho ou como base pra outros batons (com vinho, por exemplo, fica sensacional). O único cuidado que a gente deve ter é passar um pouco de balm antes, retirar o excesso, e só então delinear e preencher a boca com o lápis (isso, é claro, vale pra qualquer tonalidade).

E pra quem prefere uma certa luminosidade na boca, pode aplicar por cima balm (pra um efeito aveludado) ou gloss (pra brilho).

Duas de minhas misturas preferidas são essas acima. Considerem a cor do meu braço pra ter uma noção melhor do tom final, porque as fotos da boca ficaram mais claras.

Eu achando que o lápis Café não tinha utilidade pra mim, super mudei de ideia!

E vocês, usam, usariam, não usariam?



63 comentários
09/03
2012
Batom Mocha Divine Yes + efeito espelhado
Categoria(s) batom, Boca, MakeUp
Ana Farias

Vi esse batom na revista da Yes Cosmetics e pirei na batatinha!

Tudo bem que na revista ele parece ser diferente, mais opaco. Mas a cor é absurda de linda de qualquer jeito:

O nome dele é Mocha Divine, e custou menos de 10 reais na loja da Yes do Niterói Shopping (logo na entrada, ao lado da livraria).

O batom em si é ótimo, super hidratante, cobertura mais do que razoável, boa durabilidade (não fantástica, mas muito boa). O problema é a embalagem, muito simplesinha demais. A minha desculpa de consumidora é que melhor que a embalagem seja ruim enquanto o batom for bom e barato. ;)

Ele tem textura seca (mas não muito), e um efeito levemente metalizado. Lembra bastante o Media da MAC.

Testei o gloss incolor por cima em toda a boca, pra dar aquele efeito espelhado que mostrei no post de ontem. Ficou lindo, super glamoroso, mas depois de uns dez minutos parecia que minha boca tava sangrando – o gloss escorreu todo. rs

O Mocha Divine lembra um pouco o Media da MAC, mas é uma tonalidade mais aberta que ele. De qualquer forma, fica como opção pra quem quer gastar menos e ter um batom escuro pro inverno. :)



4 comentários


Página 5 de 12«123456789»