03/01
2016
Receita (infalível) de Mousse de Maracujá
Categoria(s) #CozinhaSimplesdaAna, Receitas
Ana Farias

receita de mousse de maracujá

Queria ter escrito textão de fim de ano pra refletir sobre meus aprendizados, ou de início de ano pra dar aquele tom maneiro pro blog, mas gente, a verdade é que eu não tava afim de sentar pra escrever. Como vocês puderam notar, eu não estive aqui de coração em 2015. Foi um ano estranho, e nem falo só de mim não, foi geral, teve uma vibe esquisita, pesada. Claro que o primeiro de janeiro não é mágico, não faz as coisas mudarem de repente, e quem faz o (nosso) mundo somos nós mesmos, cada um sua parte. Mas, como disse o poeta, “quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança”… Por que não acreditar que 2016 vai trazer melhores experiências e novo ânimo pra enfrentar os contratempos?

E tem melhor maneira de já começar o ano tendo sendo doce? Pois no meu teve uma de minhas sobremesas favoritas: Mousse de Maracujá!

Minha receita é fácil de fazer e à prova de falhas (quase, vai! rs), além de ser deliciosa. Você só precisa de três itens e alguns cuidados. E até uma criança consegue fazer!

Você vai precisar de uma lata de leite condensado (de preferência Moça, que é o melhor de longe), a mesma medida de creme de leite gelado sem soro (gosto dos que tem menos gordura), e mesma medida de suco de maracujá natural e concentrado (bata apenas o maracujá no liquidificador – uns seis pelo menos, dependendo do tamanho – e depois coe pra retirar as sementes. Em nenhuma hipótese acrescente água!!!).

Comece batendo o suco, coe bem (umas duas ou três vezes), lave o liquidificador, e depois coloque os três ingredientes no copo. Bata até ficar homogêneo, não demora muito, e depois coloque o creme numa travessa ou em potinhos. Gosto de deixar assim, sem firulas de ornamentação, mas você pode enfeitar com calda de maracujá, ou o que preferir. No da foto coloquei um pouco de leite condensado e sementes de maracujá retiradas da fruta mesmo, sem levar ao fogo.

Leve pra geladeira por no mínimo três horas, e está pronta a melhor mousse de maracujá da vida. E não precisa colocar gelatina pra endurecer! Ele fica firme, com uma consistência aerada e cremosa. Aliás, detesto mousse com gelatina! Deixa de ser mousse, vira gelatina! rs

O maracujá pode ser substituído por limão, mas em menos quantidade (comece com metade da medida, e vá provando e dosando de acordo com seu gosto). E dá pra fazer com morango (imagino que com outras frutas também), nesse caso use 500gr e bata direto com o leite condensado e o creme de leite.

Um beijo pra vocês, e um feliz 2016!



Comente
20/12
2015
Conexão Carioca: Indicações de leitura
Categoria(s) #ConexãoCariocaBlogs
Ana Farias

Então chegamos ao último post do Conexão Carioca de 2015, que é a indicação de leitura nos blogs das amigas do grupo. Vamos fazer um breve recesso de fim de ano, e em janeiro a gente volta. Vamos aos posts?

bb-aera-mousse-capital-soleil-590x423

No Usei-Contei: Resenha: BB Aera-Mousse Capital Soleil da Vichy

paleta-corretivos-mac-maquiagem-elfinha-2

No Elfinha: Paleta de Corretivos Studio Conceal and Correct Light da MAC

neutro

No Sacolando: Tônico Adstringente Morning Energy – Neutrogena

Mousse-de-Chocolate-com-Farofa_b-e1449146293994

No Fuxico de Mulher: Receitas de Sobremesas com Panetone

28a2e88e48039fcc8c9f19f16b460e27

No Make Coisa & Tal: Delineado Gatona Inspirado em Bruna Marquezine



Comente
17/12
2015
[Look do Dia]: Vestido setentinha Renner
Categoria(s) #Look do Dia, Moda
Ana Farias

LOOK DO DIA VESTIDO RENNER

Comprei esse vestido estampado lindo na Renner pra ir num casamento no domingo passado. Seria num sítio e de dia, e eu tava apavorada de passar calor, mas me apaixonei pela estampa, pela manga que imita capa, pelo decote inexistente na parte da frente (acho chique!). Acabei sentindo um tico de calor sim, porque o tecido… bom, vocês sabem!…

Mas valeu a pena, pois não foi muito caro e vai ser amado e usado muito ainda. Sim, vocês realmente me verão usando muito ele, e não vai ser o “vou usar muito” de blogueira rainha dos jabás não, tá! rs Ô língua! Mas tô mentindo?

PicMonkey Collage

Só optei por usar um cinto pra marcar a cintura, porque acho que esse tipo de corte não me favorece. Apesar de amar vestido assim soltinho, acho que funciona melhor pra quem é magra e alta. Com certeza vou acabar usando assim qualquer dia desses, porque não tô nem aí pra regras, mas marcando a cintura me sinto mais à vontade.

look 3

look 4

Como queria focar a atenção no vestido, e a sapatilha tinha muita personalidade já (rock + brilho), fiquei bem light nos acessórios: brinco, pulseira, um anel, cinto e clutch nude sem muitos detalhes. Por causa da caveira de “cristais”, mantive quase tudo no prata ou no strass, mas rolou um douradinho na clutch que acho que não brigou com o conjunto.

look 2

look 5

O vestido, o cinto e a clutch são da Renner. Ele custou R$180 na loja, mas no site tá por R$150 (quem não adora quando isso acontece?). O cinto foi R$40, a clutch não lembro. O resto é tudo antigo, sapatilha Santa Lolla (foi a segunda vez que usei, e as duas caveiras caíram, uma delas durante o casamento, tá bom pra vocês?). A pulseira eu acho que é da Morana, mas bem antiga também.

look 1

look 6

Infelizmente não deu tempo de fotografar a maquiagem, e nenhuma foto mais próxima ficou com foco legal enquanto eu ainda tava arrumada – no calor eu derreto! Mas vou contar uma coisa pra vocês: a base da Mary Kay é al-go! O cabelo foi sugado pelo calor e pela umidade, o batom foi embora com a comilança, o suor escorreu pela testa, mas a base se manteve firma e forte. A sombra (Contém 1g + pigmento Vult) também. Assim que der faço um post sobre!



Comente
17/12
2015
Conexão Carioca: Meus tons de esmalte preferidos
Categoria(s) #ConexãoCariocaBlogs, Esmaltes
Ana Farias

O post do Conexão Carioca de hoje seria sobre esmaltes preferidos.  Teríamos que escolher três esmaltes que amássemos pra dividir a dica, só que pra mim isso trouxe um problema: eu não tenho esmaltes preferidos! Sempre uso cor e marca diferentes, é raro repetir tonalidade, e marca nem se fala… Quando faço em casa repito tom (um único, mais por incapacidade do que por gosto, já falo nisso); quando vou na manicure, vivo separando o esmalte pra levar e acabo esquecendo em casa, ou seja, uso o que ela tiver mais próximo do tom que tinha em mente.

Então fiz outra divisão com o tema. Vou dar algumas opções de tons que eu tenho usado mais. Aliás, até isso muda muito! Tem época que só uso colorido, tem época que só uso escurão quase preto. No momento tô nos clarinhos delicados talvez pela primeira vez na vida. Sempre achei todos eles tão sem graça! rs

Antes de começar, duas coisas:

1 – Uma dica: eu tô amando os esmaltes da Vult! As cores são lindas, ótima cobertura, a durabilidade é incrível, e o pincel aplicador resolve a vida. E uma não dica: Dior só tem nome! Começa a lascar no mesmo dia.

2 – Escolhi pro post os últimos esmaltes que recebi em presskits, não necessariamente os que gosto/uso mais. Mas são todos cremosos, que é meu acabamento preferido sempre.

esmaltes nude

Como passei a fazer as unhas em casa por economia, acabo usando bege clarinho por ser mais fácil de passar e de esconder imperfeições na aplicação. Esses são os últimos que chegaram por aqui: o Nude Chic da Panvel, o Corpo Dourado da coleção I Love Verão da Nati (único que não experimentei ainda, mas gosto dos esmaltes da marca), o Fotos que Adoro da Colecionistas da Risqué, e o Panqueca Doce da Vult (esse eu amei!).

ESMALTES MALVA

Gosto dos tons de rosa frios, que puxam pro malva ou pro rosa antigo. Dificilmente usava porque achava que sem cor cheguei a unha parecia que não tinha sido feita! rs Bobeira, hoje amo. Separei pra indicar o Puro Fetiche da coleção #PartiuPaixão da Nati (lindo, lindo, lindo!), o Espartilho da Vult (amor eterno), O Alice da Isis Valverde para Impala (o que mais repito, como dá pra ver), e o Sussa da coleção Brasileirices da Colorama (que foge um pouco da tonalidade, mas é um clarinho bem fofo).

ESMALTES VERDE ÁGUA

Por fim, verde-água, possivelmente minha cor favorita entre todas. Parei de usar um pouco porque alguma coisa no pigmento destrói minhas unhas, descamam todinhas (por causa de um da OPI tive que ficar meses sem esmaltar, tamanho o estrago!). Mas de vez em quando me ainda arrisco com eles… Dos quatro acima só usei o último, que é <3!!! Na ordem: Los Encantos da Catalunha da coleção Diário de Viagem, e Viagens em Postais da Colecionistas, ambos da Risqué, Beleza Natural da coleção Califórnia da Impala, e 365 Urban Turquoise da Maybelline Color Show.

727

Cláudia Speroto no Usei, Contei
Dafne Dias no Elfinha
Luciana Gimenes no Sacolando
Patrícia Meireles no Fuxico de Mulher
Tina Szabados no Make Coisa e Tal



Comente
10/12
2015
Meu top 3 de máscaras do momento
Categoria(s) #ConexãoCariocaBlogs
Ana Farias

top 3 máscaras

O assunto hoje no Conexão Carioca é… rímel! A única coisa que eu não consigo sair de casa sem. Bom, claro que consigo, mas assim, de maquiagem é meu item preferido, o que eu levaria pra uma ilha deserta. rs

Minhas marcas favoritas são Maybelline, Lancôme e Clinique, os melhores que lembro de ter usado até hoje. Mas O Boticário também tem máscaras incríveis, a italiana e baratíssima Essence também (já usei e resenhei a I Love Extreme Volume e a Get Big! Lashes Volume Boost). E a Eyeko, que faz muito tempo que não uso, mas foi minha queridinha durante muito tempo.

No momento tô usando mais essas três da foto: They’re Real da Benefit (1), Top Coat False Lashes Concentrate da Kiko (2), e Colossal Volum’ Cat Eyes da Maybelline (3). Resenhei os três já, vou colar os links abaixo. Já tô no quarto tubo do Benefit, segundo do Maybelline, e terceiro do Kiko!

benefit kiko maybelline a

O Benefit They’re Real é caro, mas é bom demais! Custa 120 reais na Sephora, e promete de um tudo, curvar, alongar, dar volume, levantar, separar, e tingir os cílios do preto mais preto. Comigo funciona super bem (fiz resenha dele, tem foto de antes e depois no link). Não deixa grumos.

O Kiko False Lashes Concentrate tem aplicador ouriço que levanta bem os cílios. É um top coat de volume, ou seja, deve ser usado por cima de outro rímel pra dar uma incrementada no resultado. Coisa que a gente já faz, né? Eu vivo misturando máscaras! Mas usei muito sozinho também. Quem viajar pra Europa não pode deixar de entrar nessa loja italiana, tem em vários países. As maquiagens não são muito caras, e quase tudo é muito bom.

O Maybelline Colossal Volum’ Cat Eyes pra mim é quase mágica. Deixa os cílios super escuros, e o aplicador curvado faz uma diferença. Pena que nunca veio pro Brasil… Tem um tempo que abri esse segundo tubo, já deve estar saindo da validade. Vai partir meu coração quando chegar a hora do lixo.

swatch

As fotos acima foram tiradas na pressa pra não perder a luz, não reparem a falta de produção, por favor! Dá pra ver como o top coat faz uma diferença boa no já ótimo efeito dos outros? Nos links das resenhas tem fotos de antes e depois, dá pra ver direitinho como sou um zero sem rímel! rs

727

Cláudia Speroto no Usei-Contei
Dafne Dias no Elfinha.com
Luciana Gimenes no Sacolando
Patricia Meireles no Fuxico de Mulher
Tina Szbados no Make Coisa e tal



Comente


Página 4 de 687«12345678»