22/07
2015
Batons vermelhos Vult
Categoria(s) batom, Boca, MakeUp
Ana Farias

IMG_2958

Sempre fico muito impressionada quando vejo mulheres dizendo que não usam batom vermelho. É bem ruim quando o motivo é “por achar vulgar”, por tudo que isso carrega. Mas muitas vezes a desculpa é bem banal: não acham que ficam bem com a cor.

Bom, com tantas tonalidades de vermelho nesse mundo, será que não existe pelo menos uma que combine com a pele e a personalidade da pessoa? Duvido! É só deixar de lado o preconceito com a imagem no espelho, e experimentar o que puder nos provadores da vida até encontrar o seu. Pra quem ainda não se acostumou pode parecer trabalho de Hércules, mas testar maquiagem é tão gostoso, não é mesmo?

E lembrem-se de uma coisa muito importante: maquiagem a gente tira com demaquilante! Ou seja, não é algo permanente. Dá pra se divertir muito com ela, errando que seja, até encontramos o nosso estilo.

IMG_2941

Esse presskit veio no Dia dos Namorados, e acabei não fazendo post na época, mesmo tendo fotografado assim que chegou. São vários tons de vermelho da Vult: sete batons de diferentes acabamentos, dois batons líquidos matte, e mais o lançamento na época, a lapiseira labial.

Como se trata de uma cor que depende muito de gosto pessoal, claro que prefiro uns a outros. Vamos ver se pensamos parecido? 😉

batons líquidos lapiseira vult

Os Batons Líquidos Matte tem cores bem lindas, mas ainda não testei tipo o dia todo pra ver como funcionam. Essas duas cores são bem bacanas, e a diferença dos vermelhos é que a cor 07 tem um pouco mais de branco do que a cor 06, o que a deixa mais in your face, sabem como? É um pouco mais chegay, mesmo sendo mais clara. Mas sério, depois que secam na boca eu não consigo ver diferença! São facílimas de aplicar, espalham super bem, e secam rápido. Vou deixar pra falar de durabilidade num post com todas as cores da linha, após testar direitinho.

A Lapiseira Labial Carmin é maravilhoosaaa! Bem sequinha, mas macia o suficiente pra colorir a boca inteira, fazendo contorno e preenchimento. O tom é chique demais, tipo um Ruby Woo mais rosado. Essa eu super indico pra quem quer se iniciar pelos rubros, hein. É um tom discreto, sofisticado e democrático.

batons vult

Os Batons Vult tem duas texturas: cintilante e cremosa. Mas a maior parte deles tem um acabamento mais pra seco-luminoso do que cremosão-brilhante, o que os torna bem usáveis pra quem, como eu, tem preferência pelos opacos.

Cor 01: vermelho cereja clássico
Cor 24: um tom mais fechado, tipo beterraba
Cor 53: alaranjado clarinho
Cor 54: tomate, cremoso demais! Borra fácil
Cor 55: vinho metalizado, acho que fica melhor em peles negras
Cor 65: rosado/coralzinho, bem discreto
Cor 71: carmim lindo, aberto e vibrante

IMG_2951

As embalagens estão muito bonitas, e a tampa com produto é a coisa mais perfeita do mundo: dá pra guardar com a bala pra cima, e é fácil visualizar as cores. Não deixa de ser plástico de farmácia, ou seja, nada sofisticado. Mas estão muito caprichadas!

Os batons custam entre dez e quinze reais, os líquidos custam R$18 e 25, e a lapiseira em torno de R$14.



Comente
16/07
2015
Wishlist da gringa
Categoria(s) MakeUp
Ana Farias

wishlist (2)

A Bella vai precisar se ausentar da coluna semanal por motivos pessoais, o que é uma pena, mas ela fez tudo tão bonitinho esse tempo todo que vou tentar manter os posts à altura. Não sei se vou ser tão boa caçadora de produtos de beleza desejo, mas vamos lá… Tenho passado vontade com o seguinte, ultimamente:

1. L’Oreal Infallible Pro-Matte 24h Foundation
Estou enlouquecida de curiosidade por essa base! Só leio maravilhas nas resenhas gringas, e o fato de ser um produto de farmácia deixa tudo mais emocionante ainda. Ela custa U$13, o que é um pouco mais caro pra algo popular, mas tão incrível que o povo tá achando barato lá fora. Li que tem boa cobertura, longa duração, deixa a pele opaca mas com alguma luminosidade, não resseca nem craquela a pele, não acentua linhas de expressão, e seca muito rápido (várias usuárias disseram que o ideal é aplicar com esponja do tipo Beauty Blender ao invés de pincel). Tem 10 tonalidades, inclusive bem escuras, e parece funcionar melhor em peles mistas – não sendo boa pras secas, e precisando de pó por cima pra quem tem pele oleosa. Ah, quero o pó dessa linha também!

2. Maybelline The Colossal Chaotic Lash
Amo todos os rímeis da Maybelline, imaginem só se não tô louca pra experimentar esse que promete uma aparência bem dramática pros cílios? Mas cuidado se você gosta de efeito liso e sem grumos, porque esse foi feito justamente pra deixar tudo bagunçado, grudadinho. Apesar da Chaotic não ser unanimidade, tá no topo da minha lista. Tem versão normal e à prova d’água, e custa 8 dólares.

3. Urban Decay Matte Revolution Lipsticks
Como sempre, as cores do site (apesar de lindas!) não são muito fiéis, mas essa coleção de batons opacos da UD já está disponível lá no Temptalia. São nove cores (falta aí a Stark Naked, um dos nudes mais lindos do mundo) com acabamento ligeiramente cremoso, o que, imagino, torna o produto mais confortável do que um mega opaco, além de permitir reaplicação sem ter que tirar todo o batom da boca. Custam 22 dólares.

4. The Original MakeUp Eraser
Quem gosta de tirar maquiagem? Eu não. Preguiça master! Essa toalhinha tem alguma magia em sua tecnologia, porque pelo que vi por aí ela tira tu-do de uma forma muito fácil: é só molhar um pedaço do tecido com água morna, e passar no rosto. Limpa até maquiagem à prova d’água! É lavável e promete funcionar mil vezes. Custa 20 dólares na Sephora.

5. Lancôme Miracle Cushion Liquid Compact Foundation
Comecei desejando base de farmácia, vou terminar desejando uma de grife, pode? 😉 Essa base da Lancôme não é exclusividade da marca, tem algumas orientais assim já, mas que tenha sido lançado no Brasil não conheço nada igual: ela é líquida, mas vem em formato compacto, encapsulada numa esponja que dizem ter mais de 800.000 buraquinhos. A aplicação é feita com uma segunda esponja, que absorve uma pequena quantidade de produto e proporciona um efeito luminoso, leve e natural. Ela está na wishlist da gringa porque nos EUA custa U$46, e aqui no Brasil R$300!



6 comentários
15/07
2015
Ultra Color Revolution, os batons em gel da Avon
Categoria(s) batom, Boca, Lançamento, MakeUp
Ana Farias

batons Avon Ultra Color Revolution

A Avon lançou no país o primeiro batom sem cera do mercado, a linha Ultra Color Revolution. São dez cores que serão disponibilizadas pras consumidoras em agosto, em fórmula feita de géis hidratantes que promete conforto pela textura leve e hidratação que proporciona aos lábios.

Sua diferença em relação aos batons à base de cera é que o gel desliza mais facilmente, e, por ser transparente, destaca os lábios, deixando mais brilho e luminosidade na cor. Além disso, ele promete proporcionar uma sensação refrescante. O preço sugerido é R$30.

IMG_3269Na ordem: Framboesa Fatal, Malva Elegante, Nude Especial, Rosa Seda, Pink Moderno,
Coral Vibrante, Carmim Mistério, Rosado Vintage, Lilás Orquídea e Rosa Urbano.

Achei bem diferente de tudo que já usei! Desliza muito fácil e macio na pele, e aplicando só uma camadinha a cor fica como a de um brilho labial; aplicando duas camadas, ele entrega toda a pigmentação. A única coisa que me lembra um pouco é o Chubby Stick da Clinique, mas ainda assim a textura é bem diferente. A sensação é como a de um lip balm, e a hidratação nos lábios dura muito!

Achei todas as cores incríveis e usáveis por diferentes tons de pele, não consegui eleger uma preferida! São tons básicos, nada muito ousado, mas longe daquela cintilância cafona que muita gente ainda associa aos batons da Avon. O brilho não vem de glitter, mas de um aspecto meio de gloss, meio molhado.

Ultra Color Revolution

Estou realmente encantada como há muito tempo não ficava com um produto, ainda mais com batom. Arrisco dizer que são os melhores que tenho em termos de conforto, cores bonitas e durabilidade. Ah, o cheiro também é ótimo!

Aconselho todas a testarem pelo menos uma cor. Minha única crítica é pros nomes! Eles podiam ser mais legais e criativos, né?

assinatura lola



1 Comentário
13/07
2015
Inspiração anos 60
Categoria(s) #Inspirações, Cabelos, MakeUp, Unhas
Ana Farias

beleza anos 60

Acho que existe uma diferença muito grande entre maquiagem, penteado e roupas de editoriais pro que a gente deve trazer pro dia a dia. E essa frase inicial me obriga a esclarecer duas coisas: 1) isso é óbvio, porque ninguém quer mesmo ver lugar comum em editoriais; e 2) na verdade você pode sair de casa como você quiser (desde que não saia nua, é claro), e ninguém tem nada a ver com isso.

Pessoalmente, gosto de maquiagem leve, de cabelo com aparência natural, e de roupa que não pareça fantasia. Por isso, editorial de revista/site tem como função fornecer inspirações que podem ser adaptadas ao meu gosto pessoal, pra serem então inseridas no meu dia a dia.

Quando vi essas fotos do editorial que o Celso Kamura produziu pra revista de seu salão, fiquei encantada! Amo os anos 60, aquela década perdida ali entre os certinhos 50 e a liberdade dos 70, e pra mim é o que rendeu os looks mais incríveis – apesar de meu gosto tender mais pras produções dos anos 70, que eu gostaria muito de ter vivido com meus vinte anos.

257620_518372_294050_copy_4

Adorei a maquiagem que abre o post, e dela só retiraria os cílios postiços inferiores. Já vi tutoriais no youtube sugerindo o uso ali, mas sinceramente acho muito caricato! Muitas vezes, só de passar uma camada a mais de rímel a gente fica com cara de Emília, não é não? O mesmo vale pra foto acima; curto o delineado gráfico assim mais discreto, e o lápis branco na linha d’água, mas o postiço nos cílios inferiores, em minha opinião, não caem bem.

257620_518369_293435_copy_1

Os cabelos acima, pra mim, estão muito certinhos, muito ao pé da letra. Mas vamos focar no volume e na textura: é fofo o “cocoruto” da primeira modelo, e o preso no alto da segunda não é muito difícil de copiar. A Milena Cordeiro fez um vídeo ensinando a fazer o primeiro penteado (com menos volume) quando era colaboradora do blog, pra quem quiser aprender ele está AQUI. O segundo é mais simples: separe uma mecha com os fios da frente do cabelo, prenda bem no início (como mostra a marcação do laço), e penteie pra trás.

257620_518371_293614_copy_3

O penteado dessa foto é mais elaborado e eu só acho bonito pra noivas, mas imaginem se a gente apagar o volumoso cocoruto? Um coque bem bacana com essa separação lateral, não acham? Vejam o penteado de lado na foto abaixo:

257620_518370_293889_copy_2

Já a maquiagem eu curto como conceito, mas não gosto desse delineado marcadão no côncavo. A Marina Smith fez uma coisa parecida, marcando o côncavo com uma linha escura, mas deixando o puxadinho pro delineado na linha dos cílios (AQUI), o que deu uma suavizada no look. Eu prefiro mais suave ainda, como aquele marcado esfumado que é marca registrada da Adele (é outra maquiagem, claro, mas segue o conceito).

257620_518373_294122_copy_6

 

Finalmente, as unhas stiletto. Acho que ficam bem pra quem tem mãos delicadas, com unhas mais estreitas. Definitivamente não é pra todo mundo! Há muito tempo atrás uma manicure acabou com minhas unhas tentando fazer, coisa que ela nem perguntou se eu queria, ficou horroroso… Minhas unhas são muito largas pra isso. Uma pena, porque gostaria de experimentar! Se bem que eu acho que as mãos devem virar armas, né, e eu não sou a pessoa mais delicada do mundo! rs



Comente
11/07
2015
Tati Westbrooke, minha “beauty guru” favorita
Categoria(s) #Inspirações, Dicas, MakeUp
Ana Farias

tati-westbrook-from-glamlifeguru

As pessoas ainda se referem às youtubers de maquiagem e beleza como “gurus”? Gente, acho isso tão cafona! rs Mas vai, que tá no nome do canal da minha atual favorita de todos os tempos, a Tati. No GlamLifeGuru, essa americana mega simpática da califórnia (na verdade acho que ela é de Seattle), nada drag, posta quase diariamente sobre resenhas de produtos de beleza, tutoriais de maquiagem usáveis no dia a dia, um pouco de vida saudável, um pouco de seu dia a dia, e de uma forma tão acessível que não tem como não se apaixonar por ela. Sim, meu atual girl crush, sem dúvida.

Sinceramente, quando vejo gente boba toda vida com muito mais inscritos em seus canais (tipo uma inglesa famosérrima cheia das caras e bocas com mais de OITO milhões), dá uma sensação de não compreender nunca mais o mundo. Será que a Tati não chegou aos 700.000 porque já passou dos 30? Uma possibilidade. O canal dela é de informação, não de ostentação. Outra possibilidade! Ela compra grande parte do que testa, quase tudo novidades que ela só indica quando gosta. Mesmo. #Ibelieve

tati 3

Tem inclusive uma tag chamada monday madness, que é o resumo de uma coisa que eu sempre pensei em fazer! “Puxa, se eu morasse nos EUA e tivesse acesso àquelas lojas de departamentos e farmácias com beauty corners gigantescas, faria vídeos quinzenais de mini resenhas dos lançamentos de beleza e make”. Bom, tá lá a Tati com seus cupons de desconto (ela roubou minha ideia mas foi mais longe) fazendo vlogs engraçados no Walgreens, CVS, Rite Aid… Não é a ideia mais exclusiva, claro, mas enquanto a maioria foca na compra em si, ela faz essa tag pra informar sobre as promoções pro povo, e o que compra normalmente vira resenha depois (na tag first impressions, por exemplo, ela testa enquanto grava o vídeo).

tati-glam-life-guru

A Tati tem o canal desde 2011, mas só o conheci pouco tempo atrás. Já vi muuuuitooos vídeos mais antigos dela, tô na ânsia de zerar mesmo (#stalker). Não é de tudo que gosto, claro, mas adoro o estilo de maquiagem que ela faz, com glamour mas ainda assim super natural – sem mil tons de contorno e iluminação, nem 50 tons de sombras cartesianamente distribuídas na pálpebra. Simpática e engraçada sem ser forçada, seus vídeos são divertidos e leves.

Por tudo isso, é minha queridinha, preferida, girl crush, etc. Só assistindo pra entender! 😉



Comente


Página 1 de 9712345»