21/02
2010
Dicas Para Arrumar Seu Armário
Categoria(s) Dicas, Organização
Ana Farias

Se tem uma coisa que me dá orgulho é meu cuidado com a organização do armário. É meio que recorrente o apelido Monica Geller, porque, apesar de toda a minha bagunça existencial, minhas gavetas, prateleiras e araras são impecáveis.

Tudo bem que toda a bagunça da Monica ficava escondida atrás de uma porta, lembram? O resto era arrumação milimétrica. Comigo é o contrário. Acontece que meu desejo de organização às vezes não acompanha minha tendência pra baguncite, e enquanto o armário é um sonho, o resto da casa é de uma esquizofrenia sem tamanho. Minha desordem é toda externa, exposta. Só existe porque o que está fora ainda não encontrou espaço na organização do interior.

Muito meta, esse papo, né.

Enfim, sempre quis dividir com vocês o segredo de roupas divididas por tipo, cor e estação, assim, pra mostrar pra Vivi que é possível. Daí que recebi um email da TPM Live, marca de roupas catarinense que adoramos por aqui, com várias dicas de organização. Sem desculpa pra preguiça de escrever, já que o texto veio pronto, né? :)

Vamos lá (texto meu com base nas dicas da TPM):

1 – CABIDES: guarde cada peça em um cabide diferente, pra otimizar o seu tempo na hora de procurar por elas. Use os de madeira pra peças delicadas ou pesadas, deixando os de plástico pra camisetas e vestidinhos. Saias pedem aqueles cabides com ganchos. Cintos e gravatas possuem um organizador próprio (comprei os meus na Casa&Vídeo, baratinho mesmo). Ah, e antes de comprar os cabides veja se eles cabem no armário!

2 – PREPARAÇÃO: esvazie todo o armário, dividindo as peças em três grupos: “manter”, “consertar” e “doar”. Faço isso umas 3 ou 4 vezes por ano. Desapego é tudo nessa vida demeodeols.

3 – ARRUMAÇÃO: separe as roupas por tipo (camisas, camisetas, saias, calças, jeans, etc). Isso poupa muito tempo na hora de se arrumar, já que a gente quase sempre parte pro armário com uma idéia de look em mente. Gosto de separar as peças seguindo ainda duas sub-categorias (hahaha, doente): padronagem (estampados de um lado do armário, cores lisas de outro), e cores (acompanhando o arco-íris).

4 – GAVETAS: o ideal é dividir pilhas por tipo (regatas, camisetas, moletons, etc), e manter um “molde” para servir de medida para a dobra da roupa. Isso é chatinho, mas garante pilhas uniformes, e mais espaço.

5 – SAPATOS: pra facilitar, guarde todos em caixas ou em sacos com visores transparentes. Ou cole etiquetas indicando o que tem dentro de cada caixa (“Bota-Preta-Bico-Fino”, “Sandália-Rosa-Plataforma”, etc).

6 – ESTAÇÕES: guarde as roupas e sapatos da estação passada num canto específico do armário (gavetas, portas superiores, etc). No verão, guarde o vestuário de inverno, e vice-versa.

É isso, meninas. Armário organizado significa 10 minutinhos a mais na cama de manhã. E isso faz muita diferença, né não?

Ana (Má)

Imagens: TPM Live



Comente
18/02
2010
Garimpo
Categoria(s) Acessórios, Dicas
Ana Farias

Tem uma história que rola aqui em casa, que na verdade eu não puxei minha mãe, e sim uma tia que me mimava tu-do quando eu era criança, e que até hoje é incapaz de chegar em casa sem uma tranqueirinha de beauty que seja, de batom de um e noventa e nove à sandália de trocentos reais.

Até que de um tempo pra cá eu ando mais contida nas minhas gastanças, por N motivos (sendo falta de espaço no armário o principal deles). Mas não posso dizer que eu resista a um acessório baratinho, desses de centro da cidade, sabem como?

Daí que hoje parei tudo pra tentar resolver meu problema internético. Meu note tá bem velhinho, querendo pifar, e tô usando o micro monstro jurássico que não ligava há muito tempo, e que por algum motivo obscuro não se dá muito bem com certas tecnologias, como a internet. Então resolvi me dar um novo computador de presente, e fui pras lojas pesquisar. Porque taurina que é taurina precisa matutar essas compras, né. Micro ou note? Fusquinha conversível cor de rosa, ou ferrari e adeus viagem? São tantas questões.

Voltei pra casa obviamente sem me decidir pelo tipo de computador, mas com a bolsa cheia das bugigangas!

Pra quem é de Niterói: ali na rua de trás da Americanas antiga, tem um tanto de lojinha de bijoux. A maioria das coisas é extremamente furreca, mas dá pra garimpar algumas peças, ainda mais tendo em mente que gosto é igual língua – cada um tem a sua e faz o que bem entender com ela. Certo?

Cada pulseira dessas custou tres reais. Essas mais finas são quase idênticas às que comprei anos atrás em loja de phyna por 15, com padronagem navy. A mais grossa, pink&white, é um xodó, e o material é texturizado. A última vai com certeza estragar em dois tempos, mas achei fofa, parece umas bolas prateadas com pinta de bola de natal.

O colar custou 8 pilas, e tem de tudo que é cor. Mas esse verde cítrico foi paixão. Acho que é porque eu tava com colete roxo, daí chamou. O legal é que de perto você sabe que ele é de plástico, mas de longe as bonitas pensam que é madeira. ;)

Os cintos, apesar das fivelas claramente vagabondex, são bem razoáveis. A costura não é péssima, e o material não é de todo horrendo. Achei válido pra algo em torno de 10 reais.

Taí a dica pra quem quer (ou só pode) gastar pouco: entrem em tudo que é lojinha, mesmo aquelas que a gente olha e pensa alto “as if“.

Muito possível brincar de high-low, gente. Difícil é a Vogue parar de usar essas expressões em inglês (e francês) (e alemão), hein!

Ana (Má)

Obs 1: falando em Vogue alguém me explica o que ser “promiscuidade de tecidos” e “promiscuidade de ambientes”. Em tempo: no contexto, nada a ver com mix&match ou hi-lo.

Obs 2: meninas de Niterói, que tal uma manhã de garimpo no primeiro sábado de março + almoço? Quem não tem Topshop, vai de “barcas shopping”… :)



30 comentários
17/02
2010
Líquido é Tudo!
Categoria(s) Dicas, Moda
Ana Farias

Daí que na semana passada Marina me manda um email mais ou menos assim “vou pra praia blábláblá Carnaval blábláblá biquini e maiô poderoso da Líquido blábláblá te ligo quando voltar”.

Imaginem se na tarde seguinte já não estava eu, perdida na multidão no meio da Líquido aqui de Jundicity? Tá, aqui em Jundiaí 15 pessoas numa loja é tumulto, mas, né. E nem era liquidação!

Comassim eu não sabia que lá tinha vestidinhos fofos, super cute por R$64 dinheirinhos? Gente, coisa mais ryca, não são só biquinis e maillots, não. Shorts, saias, batas chiquérrimas, tudo com preço bem na real!

Comprei 3 vestidinhos (desculpem, mas vestidos são minha paixão e por menos de R$100 são raríssimos por aqui) e estou doida pra voltar lá. Ainda mais depois que a vendedora disse a sentença mágica: temos novidades toda semana. Perigo, cartão, perigo!

Essas foram minhas aquisições. O de borboletas já usei ontem e batizei com Coca Zero, inclusive. Os cintos não são de lá, já eram meus. Ando numa fase “a vida é melhor quando você usa um acessório ou dois”. Logo passa. Mas eles têm bolsas e carteiras de palha que são de chorar de tão fofas.

É isso, me joguei e tô bem feliz!

Vivi

Catálogos e relação de lojas aqui.



Comente
12/02
2010
Meninas, Fiz Plástica!
Categoria(s) Cabelos, Dicas
Ana Farias

Calma, ainda não foi dessa vez que dei uma esticadinha aqui, uma puxadinha ali e coloquei um implante acolá.

A plástica em questão foi a Tutanat Plástica Capilar.

Não é de hoje que estou dividindo aqui minha sina em recuperar a saúde dos meus cabelos, super agredidos por meu abandono e por luzes e colorações, tudo junto e misturado.

Como muitas de vocês falam maravilhas dos produtos da Rishon, vi que era a oportunidade perfeita de testa-los, na versão caixinha mágica do Sistema de Reconstrução e Tratamento em Seis Passos.

Se você tiver paciência e for jeitosa ao lidar com cabelos, dá pra fazer sozinha tranquilamente, em casa. Já se tiver falta de habilidade em aplicar produtos e enxaguar, chame uma amiga pra dar uma força e curtam uma tarde de programa mulherzinha.

Desculpem a foto, mas foi uma gentileza do meu sobrinho de sete anos. Esse era meu cabelo antes dos procedimento, já não estava detonadão no comprimento, mas as pontas, oh, as pobres pontas…

O Sistema de Seis Passos é assim:

1 – lavagem com shampoo antirresíduos, que limpa profundamente e abre as cutículas dos fios.

2 – lavagem com shampoo nutritivo, com queratina e poliquatérnio, que finaliza a limpeza e dá a primeira dose de nutrição.

3 – começa a reconstrução, com aplicação de queratina, provocando o realinhamento nos fios. Eu fiz a aplicação da altura das orelhas para baixo, já que a parte de cima não precisava de reconstrução.

4 – aplicação do cimento Bio Restore, que manterá a queratina no interior dos fios, onde ela se depositou nas falhas, onde havia necessidade de preenchimento.

Entre as etapas 3 e 4, você pode ter a impressão de que jamais será capaz de pentear os cabelos novamente, não desanime. Continue firme em seu propósito e use a técnica que a Cínthya ensinou naquele vídeo, para aplicar produtos nos fios, mecha por mecha (o tal enluvamento). É possível, é razoavelmente fácil e o resultado compensa.

5 – blindagem de nutrição profunda, com manteiga de katité, tutano, lanolina, abacate e silicones. Nessa etapa todos os elementos são blindados nos fios, ou seja, passam a fazer parte de sua constituição.

6 – aplicação do defrizzante termoprotetor. Depois da secagem e da prancha (que não é obrigatória, mas eu gosto de usar) o cabelo fica um espelho!


Well, esses olhos borrados, foto tirada no banheiro e essa cara de discípula de Gaga não deixam dúvidas de que I’ve had a little bit too much. Mas abafa.

O que importa é que as pontas dos meus cabelos estão saudáveis novamente, yay!

Super recomendo, amigas.

Não vou fazer charminho, esse kit eu ganhei. Mas acabei de ir conferir o preço na loja virtual da Rishon e quase caí de susto: R$23!!!
Tipo, inacreditável, né? Vou comprar um pra minha prima (verdade, Bel!).

Boa



Comente
11/02
2010
Dica: Loção Tropical Maracujá + Cajá O Boticário
Categoria(s) Corpo, Dicas, Hidratação
Ana Farias

Essa é pensando em quem gosta de cheiros mais docinhos, ou que não se importam de sair por aí com cheiro de fruta madura:

Sabem essas edições limitadas do Boticário (que eu odeio, porque fazem a gente querer comprar tudo antes de acabar. Tipos todas aquelas coleções da MAC)?

Outro dia vi uma linda na loja, amarelinha, de maracujá e cajá, a Loção Cremosa Hidratante Tropical. O cheiro, assim, é bom, forte, fica no corpo. Eu não gosto porque não faz meu gênero de fragrância, mas pra quem gosta o trem é bom. E a loção é mega levinha, dava pra entrar naquele meu post de hidratantes pro verão.

O frasco é fofo, o aplicador tão bonitinho…

Deu vontade de comprar só pra ter. Mas eu não sou mais essa pessoa.

Fica a dica pra quem gosta. ;)



8 comentários


Página 32 de 50«282930313233343536»