04/02
2016
Resenha: Glitter Cream Leads Care [Conexão Carioca]
Categoria(s) #ConexãoCariocaBlogs, #presskit, Cabelos
Ana Farias

1

A Leads Care enviou pro nosso grupo Conexão Carioca dois produtos pra cabelo que eu não conhecia, e os dois vão render resenha. A dessa semana vai pro Glitter Cream, uma máscara capilar reconstrutora com efeito teia.

Vale falar que a fragrância é maravilhosa? É um elogio que se espera de creme capilar, né? rs Mas enfim, é verdade: tem um cheiro adocicado sem ser enjoativo, e o cabelo fica uma delícia – não só no cheiro como no brilho também! Mas por que “efeito teia”? É que a consistência da máscara forma algo parecido com uma teia mesmo conforme a gente passa os dedos nela! É muito interessante (e lúdico! rs).

2

Sua fórmula possui Vitamina E, que protege contra o ressecamento, e Goji Berry, um ativo que fornece aminoácidos, vitaminas e minerais aos cabelos, e promete revitalização e reparação a cabelos extremamente danificados. Ou seja, trata-se de um tratamento reconstrutor – essa informação é importante, pois esse tipo de creme num cabelo que não necessita de reconstrução normalmente não funciona.

De acordo com a empresa, é necessário dar um tempo de pausa de 10 a 20 minutos após a aplicação nos cabelos úmidos. Mas no meu cabelo não senti muita diferença entre 20 ou 5 minutos. Pode ser que em alguns tipos de fios mais tempo de pausa seja melhor. Pro meu cabelo liso, fino, sem volume (um pouco ralo inclusive!), e no momento em dia com a hidratação, um pouquinho da máscara já é o suficiente pra aplicação – o que me faz pensar que no pote vem creme pra toda uma vida!

O pote com 500g custa em média 60 reais. Por se tratar de um creme bom e bem econômico, que vai durar muito pra quem tem cabelo mais curto, bem que podia ter uma embalagem menor disponível também, né?

727

Cláudia Speroto no Usei-Contei
Dafne Dias no Elfinha
Luciana Gimenes no Sacolando
Patricia Meireles no Fuxico de Mulher



Comente
22/01
2016
Conexão Carioca: Alguns óculos bacanas e baratos
Categoria(s) Acessórios
Ana Farias

óculos escuros 1

O povo do Conexão Carioca resolveu falar de óculos escuros no post dessa semana. Não quis mostrar todos que tenho (nem são tantos assim), mas alguns exemplares de um estilo que gosto muito. Na verdade são modelos bem diferentes, né, mas escolhi esses pra exemplificar o tipo de óculos que mais compro: de acetato, de preferência marrom, e mais de preferência ainda (hehe) de tartaruga.

Óbvio que amo vários estilos e gostaria de ter uma parede inteira em casa só com eles, com aqueles expositores de ótica. Mas quando o dinheiro é curto demais pra se jogar nas grifes, e já foi o tempo em que eu me endividava pra ter coisas, o jeito é caças marcas mais em conta que disponibilizem modelos bacanas.

É dessas marcas que quero falar hoje.

IMG_7120

IMG_7124

O primeiro óculos é da Chilli Beans, de longe o que uso mais. O segundo é da Atitude. O último da Margaux.

A Chilli Beans é bem conhecida e já foi bem mais em conta. Tenho óculos de lá que usei pouco e já deu problema, óculos que já dura mais de cinco anos. O problema é que as novas coleções estão chegando caras, mas ainda dá pra encontrar coisa legal por um valor justo. Ah, não, minto: o problema são os vendedores que não deixam a gente olhar direito os expositores sem ficar no pé e dizer que tá tudo lindo e que você precisa ter. Numa dessas saí com um óculos de mosca que nunca usei na vida. Por outro lado, um dos meus preferidos de metal é de lá (vou mostrar abaixo).

A Atitude é a que tem melhor custo benefício. Tenho uns três óculos da marca e adoro! São mais clássicos (os que tenho), a qualidade é bem boa, os preços não são absurdos. Quando entro no site quero tudo.

A Margaux é uma marca com carinha mais retrô e ao mesmo tempo moderninha. Não tem muitos modelos diferentes e não é baratinha, mas se considerarmos que teremos uma peça meio que exclusiva (porque pouca gente vai ter, então não vai ser tipo um Ray-ban com lente verde espelhada, ou um Prada Baroque). Só tenho um modelo de lá, e é um dos que mais gosto.

IMG_7129

Agora, voltando à primeira marca, o que é esse óculos de uma das coleções da Isabela Capeto? Amo! É divertido sem ser demais, discreto sem ser demais… rs Isso eu curto muito na Chilli Beans, essas coleções de estilistas brasileiros que tem um pé no diferente.

BÔNUS 

IMG_7131

Essa fofura que serviu de base pras fotos é o caderno mais lindo que recebi num presskit da Foroni. Muito apaixonada por essa capa!

Em época de volta às aulas, sempre bom deixar dica de coisa bonita pra animar a organização, certo?

727

Cláudia no Usei-Contei
Dafne no Elfinha
Luciana no Sacolando
Patrícia no Fuxico de Mulher



Comente
18/01
2016
Novidades L’Oréal pro Verão 2016
Categoria(s) Cabelos, Protetor Solar
Ana Farias

IMG_6267

Sabem aquela história de que todo castigo pra pobre é pouco? rs Tava toda animada pra voltar a blogar diariamente, daí deu um mega problema na minha hospedagem, e o blog ficou dias fora do ar… Até pulei o post coletivo do Conexão Carioca na semana passada porque não deu pra participar com essa confusão toda, mas foi incrível e o pessoal ensinou a fazer drinks de verão deliciosos (vejam no Usei-Contei, no Elfinha e no Fuxico de Mulher). Mas voltou tudo ao normal (três batidas na madeira), vamos aproveitar! rs

Recebi esse kitão de verão acima da L’Oréal Paris, e quase tudo já foi pelo menos testado. Ainda dá tempo de indicar produtos pra esse calorão (insuportável!)? Vamos começar com proteção solar, então.

IMG_6280

Amo os protetores da marca, e esses três já moram no coração:

Solar Expertise Aerosol Toque Seco FPS 50: tem textura leve e não oleosa, e acabamento com toque seco e aveludado. O que gostei nele é que é visível durante a aplicação (tipo uma bruma esbranquiçada), o que facilita pra não deixar espaços sem cobertura. Tem proteção contra os raios UVA e UVB, e 0% álcool. A versão com FPS 50 custa em média R$ 55, dez reais a mais que a FPS 30.

Solar Expertise Loção Protetora FPS 60: minha preferida pro corpo (mas pode ser usada no rosto também), tem um cheirinho delicioso e é maravilhosa pra aplicar. A textura cremosa é leve, livre de óleo, espalha fácil e absorve rapidamente. Promete resistência à água e prevenção contra o envelhecimento solar. Custa em torno de 50 reais, e tem versão 200ml (pesquisem sempre, pois vi uma diferença mínima de uma embalagem pra outra em alguns sites – tipo, na Época Cosméticos era de apenas 80 centavos).

Solar Expertise Invisilight FPS 50: textura sérum bem leve, acabamento invisível (não deixa resíduos brancos), e absorção imediata. Pra todo tipo de pele. Tem proteção UVA/UVB, e preço sugerido de R$54,50.

IMG_6277

Falei dessa linha faz pouco tempo por aqui, num post de novidades da L’Oréal Paris. Aliás falei de dois dos protetores também, mas na época não tinha testado. A Elseve Óleo Extraordinário Verão Brasileiro é uma edição especial com filtro UV e óleos nutritivos, e só os finalizadores vão continuar sendo vendidos. Como a fórmula é bem nutritiva pra cuidar dos danos causados pelas atividades ao ar livre e a ação da água do mar/piscina, achei o shampoo e o condicionador um pouco pesados pra cabelos finos com raiz oleosa (meu caso). Apesar do cheiro maravilhoso, não indico pro meu tipo de cabelo como uso diário, pelo menos. Já os finalizadores, usados bem pouquinho, fizeram bonito. 😉

O Shampoo e o Condicionador possuem duas versões, a de 200 ml (R$8-10) e a de 400 ml (R$13-18). O Spray de proteção e tratamento é bem leve, parece uma água, e custa em torno de R$30. Já o Creme para Pentear custa R$ 11, é bem leve, muito cheiroso, e deixa o cabelo macio (o único que uso com frequência).

IMG_6272

Pra terminar, a linha Elseve Óleo Extraordinário, que eu ainda não conhecia. Também é muito cheirosa, mas tem o mesmo problema de pesar cabelos finos (favor fazer uma linha pra cabelos oleosos com cheiro igual!!!!). Os preços do shampoo e do condicionador são iguais aos da linha anterior.

O Óleo Extraordinário funcionava mais no meu cabelo quando ele estava abaixo do ombro, agora pesa um pouco – e a aplicação tem que ser feita só nas pontas e em quantidade mínima. Pra quem tem cabelos finos e pouco volume, acredito que a versão spray seja mais interessante.

Esse pequenininho é o Sérum Booster Óleo Extraordinário, pra nutrição intensa de cabelos ressecados e sem vida. Com óleos de flores preciosas, age criando uma barreira protetora que penetra na fibra capilar que recupera o brilho e a maciez do fio. Deve ser usado semanalmente, usando o meio da tampa como medidor da dose, misturado com o condicionador. Massagear, deixar agir por alguns minutos, e enxaguar. Esse eu ainda não usei, mas creio que não seja pro meu cabelo.



Comente
10/01
2016
Receita simples de Capeletti
Categoria(s) #CozinhaSimplesdaAna, Receitas
Ana Farias

receita de capeletti

Há alguns anos visitei Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, e uma coisa fiz questão de fazer quase todos os dias: comer um prato de sopa de capeletti! Tão gostoso que a boca enche d’água só de lembrar… Claro que nunca consegui reproduzir a receita em casa, não só porque o tempero não ficava igual, mas principalmente porque nunca me animei a fazer a massa caseira – o que, com certeza, faz toda a diferença! É impressionante como essas massas prontas conseguem não ter gosto de nada.

Bom, mas foi uma dessas que usei dia desses pra fazer uma massa rápida por aqui. O capeletti em si não ficou nada especial, mas o molho fez em graça. Então resolvi dividir com vocês o truque, praqueles dias em que dá vontade de comer macarrão com recheio e tudo o que a gente tem é um congelado na geladeira!

Os ingredientes pra duas pessoas (ou três, caso não seja o único prato):

. Um pacote de 400g de capeletti massa fresca de supermercado (ou de capeletti caseiro, tem receita no link);
. 600 ml de caldo de legumes;
. 5 tomates bem maduros cortados em pedaços médios e sem as sementes;
. 1 cebola média cortada em fatias finas;
. 4 dentes de alho (menos, se você não curtir muito o gosto);
. 180g de champignon picadinho;
. 100g de azeitonas picadinhas;
. Duas colheres de molho de tomate;
. Sal, manjericão seco e pimenta (do reino ou calabresa) à gosto;
. Azeite pro refogado;
. Queijo parmesão ralado pra enfeitar no prato.

Como preparar o capeletti: ferva dois litros de água, acrescente duas colheres de azeite e uma (rasa) de sal. Acrescente o pacote de massa e deixe por oito a dez minutos (ou até que ele fique al dente), mexendo de vez em quando. O ideal é fazer isso enquanto o molho estiver cozinhando, então a dica é colocar a água pra ferver quando todos os ingredientes estiverem picados, e você já estiver começando a preparar o refogado.

Como preparar o molho: numa panela pequena, dissolva um cubo de tempero em 600ml de água (ou use a mesma quantidade de molho caseiro, o que é bem melhor!). Enquanto a água ferve e o caldo diminui, comece a preparar o refogado numa panela alta (o suficiente pra caber o capeletti). Refogue o alho e a cebola em um pouco de azeite até começar a dourar, depois acrescente o champignon, a azeitona, os tomates e o molho de tomate, mexendo por um minutinho. Enquanto isso, volte pra água da outra panela: adicione ali os temperos (pimenta, manjericão e, se necessário, sal), e depois passe essa água pra panela do refogado. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por uns dez minutos, mexendo de vez em quando por uns dez minutos (essa é a hora de começar a preparar o capeletti naquela primeira água que você colocou pra ferver!).

Quando o capeletti estiver pronto, retire a água do cozimento, e coloque-o num recipiente que vá à mesa. O molho deve ir por cima, e o parmesão acrescentado no prato.

Esse molho fica uma delícia, e, claro, pode ser usado em qualquer tipo de macarrão. Quando faço com talharim gosto só de colocar um pacote inteiro de molho de tomate.



Comente
03/01
2016
Receita (infalível) de Mousse de Maracujá
Categoria(s) #CozinhaSimplesdaAna, Receitas
Ana Farias

receita de mousse de maracujá

Queria ter escrito textão de fim de ano pra refletir sobre meus aprendizados, ou de início de ano pra dar aquele tom maneiro pro blog, mas gente, a verdade é que eu não tava afim de sentar pra escrever. Como vocês puderam notar, eu não estive aqui de coração em 2015. Foi um ano estranho, e nem falo só de mim não, foi geral, teve uma vibe esquisita, pesada. Claro que o primeiro de janeiro não é mágico, não faz as coisas mudarem de repente, e quem faz o (nosso) mundo somos nós mesmos, cada um sua parte. Mas, como disse o poeta, “quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança”… Por que não acreditar que 2016 vai trazer melhores experiências e novo ânimo pra enfrentar os contratempos?

E tem melhor maneira de já começar o ano tendo sendo doce? Pois no meu teve uma de minhas sobremesas favoritas: Mousse de Maracujá!

Minha receita é fácil de fazer e à prova de falhas (quase, vai! rs), além de ser deliciosa. Você só precisa de três itens e alguns cuidados. E até uma criança consegue fazer!

Você vai precisar de uma lata de leite condensado (de preferência Moça, que é o melhor de longe), a mesma medida de creme de leite gelado sem soro (gosto dos que tem menos gordura), e mesma medida de suco de maracujá natural e concentrado (bata apenas o maracujá no liquidificador – uns seis pelo menos, dependendo do tamanho – e depois coe pra retirar as sementes. Em nenhuma hipótese acrescente água!!!).

Comece batendo o suco, coe bem (umas duas ou três vezes), lave o liquidificador, e depois coloque os três ingredientes no copo. Bata até ficar homogêneo, não demora muito, e depois coloque o creme numa travessa ou em potinhos. Gosto de deixar assim, sem firulas de ornamentação, mas você pode enfeitar com calda de maracujá, ou o que preferir. No da foto coloquei um pouco de leite condensado e sementes de maracujá retiradas da fruta mesmo, sem levar ao fogo.

Leve pra geladeira por no mínimo três horas, e está pronta a melhor mousse de maracujá da vida. E não precisa colocar gelatina pra endurecer! Ele fica firme, com uma consistência aerada e cremosa. Aliás, detesto mousse com gelatina! Deixa de ser mousse, vira gelatina! rs

O maracujá pode ser substituído por limão, mas em menos quantidade (comece com metade da medida, e vá provando e dosando de acordo com seu gosto). E dá pra fazer com morango (imagino que com outras frutas também), nesse caso use 500gr e bata direto com o leite condensado e o creme de leite.

Um beijo pra vocês, e um feliz 2016!



Comente


Página 1 de 68512345»